Enfermeiro Obstetra: o que faz e como seguir a profissão

3 min read

Enfermeiro Obstetra: o que é, o que faz e como seguir a profissão

Se você está pensando em ser enfermeiro obstetra precisa entender como funciona o curso e o que você precisa fazer para seguir nesta profissão. 

Já pensou começar uma especialização sem entender para onde ela vai te levar?

É como se você subisse em um ônibus sem olhar o destino e ficasse dentro dele até chegar no ponto final. 

Imagine o que ia acontecer? Você iria ver várias pessoas entrando e saindo, várias paisagens e ainda sim estaria perdido. 

E o pior: quando chegasse no ponto final você ia olhar para trás e não ia ter ideia de como você chegou lá. 

Eu sei que parece uma história um pouco absurda, mas se você começar uma especialização em obstetrícia sem saber o que te espera pode acontecer duas coisas:

  1. Você desistir do curso;
  2. Ou sair da especialização sendo um profissional mediano. 

E, é eu sei que não é isso que você deseja. 

Então vem comigo que neste artigo vou te explicar o que você precisa saber para começar a sua caminhada para se tornar um enfermeiro obstetra.

Vamos lá?

O que é um enfermeiro obstetra? 

O que é um enfermeiro obstetra?

O enfermeiro obstetra é aquele profissional formado em enfermagem que optou por fazer uma especialização em obstetrícia. 

Alguns especialistas optam pelo termo enfermeiro perinatal, pois o profissional de enfermagem faz todo o acompanhamento que precede e sucede um nascimento. 

As suas atribuições vão desde o planejamento familiar até o pós-parto. Ou seja, ele fica responsável por:

  • orientar; 
  • realizar exames, diagnósticos e tratamentos que incluem a parte fisiológica e psicossocial da mulher;
  •  examinar a gestante;
  •  verificar contrações, dilatações e demais alterações no funcionamento do organismo feminino no momento do parto;
  • Prestar assistência ao parto normal de evolução fisiológica (sem distocia) e ao recém-nascido;
  • Promover educação em saúde, baseado nos direitos sexuais, reprodutivos e de cidadania;
  • Notificar todos os óbitos maternos e neonatais;
  • Entre outros.

Em resumo, o enfermeiro obstetra está capacitado a prestar assistência a mulheres grávidas e lactantes, até os 3 primeiros meses do bebê. 

Além disso, o enfermeiro obstetra pode atuar em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), clínicas médicas, prontos-socorros e postos de atendimento. 

É importante destacar que o enfermeiro obstetra sempre trabalha com um médico especializado em Obstetrícia. 

Ou seja, o profissional de enfermagem analisa criticamente a situação do paciente, investiga os problemas e, juntamente com o médico, busca soluções e as executa.

O enfermeiro obstetra pode fazer parto normal?

O enfermeiro obstetra pode fazer parto normal?

Como te disse anteriormente, o enfermeiro obstetra pode sim realizar um parto. No entanto, apenas aqueles que não necessitam de intervenção cirúrgica. 

Sendo assim, o profissional deve verificar as contrações, examinar a gestante e acompanhar a dilatação até o nascimento do bebê. 

Caso haja qualquer alteração no quadro, ele deve acionar a equipe médica para um atendimento de emergência.

Como é a formação do enfermeiro obstetra?

Como é a formação do enfermeiro obstetra?

No Brasil, há cursos de nível superior em obstetrícia e pós-graduação. Segundo o Guia da Carreira, você pode fazer:

  • Bacharelado em Obstetrícia: há cerca de 45 cursos em atividade no Brasil
  • Licenciatura em Obstetrícia: somente na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  •  Especialização em Obstetrícia: há, aproximadamente, 47 cursos de pós-graduação latu sensu

Mas antes de escolher qual formação você vai fazer, você sabe como é a grade de um curso de obstetrícia em enfermagem?

Vem comigo que vou te mostrar!

Grade do curso de Enfermeiro Obstetra

Os cursos de bacharelado em Obstetrícia e de Enfermagem duram cerca quatro anos.

A grade curricular varia de instituição para instituição, mas geralmente as matérias que serão ofertadas são:

  • Imunologia
  • Farmacologia
  • Microbiologia
  • Parasitologia
  • Processos Patológicos
  • Nutrição
  • Biologia Celular
  • Embriologia
  • Genética
  • Anatomia
  • Fisiologia
  • Fisiologia da Gestação, Parto e Pós-parto
  • Endocrinologia do Sistema Reprodutor
  • Placenta e Placentação: Aspectos Básicos e Clínicos
  • Antropologia do Nascimento
  • Fundamentos Biológicos da Obstetrícia
  • Processos Psicossociais na Assistência à Saúde
  • Fundamentação do Processo de Cuidar
  • Assistência à Mulher no Pré-natal e Pós-parto
  • Assistência ao Recém-nascido e Lactente
  • Administração de Serviços de Atenção à Saúde
  • Psicologia, Educação e Temas Contemporâneos
  • Tratamento e Análise de Dados
  • Gênero, Sexualidade e Direitos Humanos
  • Metodologia da Pesquisa e Bioestatística
  • Relações Humanas e Sociais e Cuidado em Saúde
  • Ética e Legislação Profissional
  • Terapias Complementares na Assistência
  • Assistência à Saúde da Mulher na Família e na Comunidade
  • Biossegurança
  • Assistência Perioperatória
  • Assistência às Urgências e Emergências
  • História Social da Criança e da Família

Além disso, durante a especialização o enfermeiro aprende sobre atendimento humanizado e bem-estar dos pacientes. 

Isso porque após a formação ele irá atender pacientes em situações vulneráveis como, por exemplo, pacientes com doenças graves, casos de depressão pós-parto, mães que perdem o bebês no parto, entre outros. 

Bom, agora que você já sabe como é a formação de um enfermeiro obstetra, vou te explicar como é o mercado de trabalho.

Como é o mercado de trabalho para enfermeiro obstetra?

Como é o mercado de trabalho para enfermeiro obstetra?

Atualmente no Brasil há vários programas de incentivo para que sejam realizados mais partos normais.

Por esse fator, podemos dizer que o mercado de trabalho para o enfermeiro obstetra está em ascensão.

Sendo assim, você pode buscar uma oportunidade em:

  • Casas de parto
  • Postos de saúde
  • Unidades básicas de atenção à saúde
  • Hospitais
  • Maternidades
  • Clínicas
  • Universidades
  • Laboratórios de diagnóstico

Outro ponto que vale a pena ressaltar é a remuneração. Geralmente, um enfermeiro obstetra recebe entre R$ 3.718,80 e R$ 5.722,00.

Conclusão

Conclusão

Comecei esse artigo te mostrando a importância de você saber mais sobre o curso de enfermeiro obstetra. 

Lembra do exemplo que te dei no início do artigo?

Agora você já sabe para onde o ônibus que você pegou está indo e qual caminho ele vai percorrer. 

Pois você viu o que é um enfermeiro obstetra, como é a formação e como é o mercado do trabalho. 

Agora você pode dar o próximo passo para a realização do seu sonho. 

Qualquer dúvida manda aqui nos comentários. Te espero lá.

Como fazer revisões para o Concurso da Prefeitura de…

O concurso da Prefeitura de Altamira é um certame bastante atrativo e que acaba de ser publicado em edital.  E a prova está marcada...
mariaeduardafxl
5 min read

One Reply to “Enfermeiro Obstetra: o que faz e como seguir a…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *